ago 132020

Todos os cidadãos tem a obrigação de manter-se em dia com a Receita Federal, isso é feito através do Imposto de Renda cobrado anualmente. Para o cidadão administrar os seus cálculos e ficar ciente do valor do imposto que terá que pagar, é necessário que o mesmo consulte a tabela IRRF 2021. Esse imposto é uma das taxas mais caras entre as que são cobradas no Brasil, o trabalhador brasileiro tem a obrigação de contribuir. Saiba mais sobre a tabela IRRF 2021, continue lendo este artigo!

Saiba como funciona a tabela IRRF 2021

IRFF 2021 e a tabela IRRF 2021 são tarifas que a Receita Federal arrecada, para todos os trabalhadores de 2019 que recebem mais de R$ 1.903,98 por mês a taxa é cobrada obrigatoriamente. Observe como funciona a tabela do Imposto de Renda com todas as alíquotas atualizadas para o cálculo de desconto:

  • Salário de 1.903,98 até 2.826,65 é aplicada a alíquota de 7,5%, com isso a parcela a deduzir do IRPF fica em R$ 142,80;
  • Salário de 2.826,65 até 3.751,05 é aplicada a alíquota de 15%, com isso a parcela a deduzir do IRPF fica em R$ 354,80;
  • Salário de 3.751,05  até 4.664,68 é aplicada a alíquota de 22,5%, com isso a parcela a deduzir do IRPF fica em R$ 636,13;
  • Salário acima de 4.664,68 é aplicada a alíquota de 27,5%, com isso a parcela a deduzir do IRPF fica em R$ 869,36;

É importante salientar que a quantia que é descontada no pagamento do salário do trabalhador, varia conforme o valor do seu salário.

Como mostra a tabela, os trabalhadores que recebem de 1.903,99 até 2.826,65 a alíquota IRRF é de 7,5% que corresponde á 142,80 parcelas.

Para o trabalhador que recebe um valor de 3.751,06 até 4.664,68 a alíquota IRRF é de 22,5% que corresponde á 869,36 parcelas, percebe-se que de acordo com o valor do salário do trabalhador é cobrado uma alíquota específica e a mesma é dividida em parcelas específicas para esse salário.

Como calcular o IRRF 2021?

Muitos cidadãos têm pavor quando pensam em declarar Imposto de Renda 2021. Esse processo pode não ser tão difícil assim!

Para calcular IRRF 2021 a Receita Federal disponibiliza em seu site a declaração dos Tributos Efetivados, entre outros serviços da mesma.

Entre esses serviços disponíveis existe uma opção específica que simula o valor de cada imposto, assim os cidadãos conferem sua alíquota efetiva, as quantias aproximadas que o trabalhador terá que quitar.

O site disponibiliza essa opção de forma simples para que o cidadão que precisar consultar sua alíquota, possa usufruir desse serviço sem problemas. Para ter acesso a esse serviço, te ensinaremos passo a passo:

  • Clique aqui, para acessar o portal eletrônico da Receita Federal;
  • Clique na opção “Cálculo mensal”;
  • Em seguida clique nos campos indicados pelo simulador de imposto de renda 2019, informe os valores que estão sendo pedido e automaticamente você terá acesso aos resultados.

Como funciona as alíquotas IRRF 2021?

O que determina o valor da tabela IRRF 2021 – Imposto de Renda rendido na fonte são as alíquotas que varia de acordo com o salário do contribuinte, é primordial que o trabalhador compreenda que as cotas não incidem sobre o valor final do pagamento e sim sobre as frações que recebem taxas, para melhor entendimento vamos a um exemplo.

Um trabalhador que recebe o valor de 3.800,00 seu tributo ficará dessa maneira:

  • Serão isentos o valor de R$ 1.903,98;
  • Será tabelado com a alíquota de 7,5% o valor de R$ 922,66;
  • Será tabelado com a alíquota de 15% o valor de R$ 924,99;
  • Será tabelado com a alíquota de 22% o valor de R$ 48,94.

Alíquotas IRRF 2021 sobre renda fixa

É importe o trabalhador saber que as taxas não são aplicadas apenas em pagamentos mensais mas também sobre aplicação financeira, como por exemplo:

  • O Tesouro Direto;
  • LC – Letra de Câmbio;
  • COE – Certificado de operações estruturadas;
  • CDB – Certificado de depósito bancário.

Alíquotas da tabela IRRF 2021 do ano de 2021 sobre os fundos de longo prazo e aplicações de renda fixa:

  • Para aplicações com o prazo de 180 dias, alíquotas de 22,5%;
  • Para aplicações com o prazo de 181 até 360, alíquotas de 20%;
  • Para aplicações com o prazo de 361 á 720, alíquotas de 17,5%.

As alíquotas serão cobradas de acordo com o tempo das aplicações.

Para alíquotas de imposto de renda fundo de curto prazo, funcionará dessa forma:

  • Para aplicações com o prazo de 180 dias, alíquotas de 22,5%;
  • Para aplicações com o prazo acima de 180 dias, alíquotas de 20%.

Para alíquotas da tabela IRRF 2021 sobre o fundo de ações:

  • 15%.

Para alíquotas de renda variável:

  • 0,005%.
Maio 122020

Procurando por simulados gratuitos para se preparar para a prova oficial do Encceja? Então saiba que está no lugar certo, pois aqui reunimos os melhores portais de simulados e o melhor, são todos gratuitos. Para conferir basta apenas continuar nos acompanhando!

O que é Encceja?

Antes de tudo, é de suma importância que você saiba o que é o Encceja. O mesmo é uma forma que o Governo encontrou para dá a oportunidade às pessoas que ainda não concluíram o ensino médio na idade adequada e que desejam ter seu diploma nas mãos.

Para realizar as inscrições Encceja 2021 é necessário ter idade mínima de 15 anos; já para o teste do ensino médio, a idade mínima é 18.

E assim como qualquer outro exame, é preciso que os candidatos estejam preparados. Afinal de contas, serão abordadas questões de diversos assuntos envolvendo todas as matérias do ensino médio.

Para se preparar para a prova do Encceja, existem hoje em dia alguns sites gratuitos que disponibilizam simulados como o Encceja, assim, é uma forma dos participantes se preparem, revisarem os assuntos e ter uma noção de como funciona a prova oficial. Além dos simulados, é necessário que os candidatos tenham acesso ao cronograma Encceja 2021 para que assim possa organizar seus estudos.

Simulados Gratuitos para se preparar para o Encceja

Assim como já mencionamos neste post, existem vários simulados gratuitos disponíveis na internet para que os participantes possam se preparar para a prova do Encceja.

Abaixo, listamos os 4 (quatro) principais. Veja:

1 – Blog do Enem

O Blog do Enem é um dos sites mais acessados por aqueles que estão se preparando para a prova do Encceja. Através dele, você pode escolher a matéria que deseja estudar, realiza o simulado e tem acesso ao resultado ao finalizar a prova.

2 – Aplicativo Simulado Encceja Ensino Médio

Outra opção de simulado para se preparar para Encceja é o app do próprio programa. O mesmo é um grande diferencial entre os demais disponíveis, já que a simulação pode ser feita através de aplicativo fácil e rápido de usar. Para isso, basta apenas baixar o app no seu celular ou Smartphone e e escolher a matéria ou área que deseja fazer os testes – são mais de quatro mil questões!

3 – Portal EBC

O Portal EBC não é apenas voltado para o Encceja, mas também para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O mesmo pode ser utilizado como forma de estudo para o Encceja, uma vez que são abordadas questões de todos os níveis e assuntos.

Clique aqui para conferir!

4 – Super Vestibular

Quarta e última sugestão da lista é o Super Vestibular. O mesmo também não é voltado especificamente para o Encceja, porém pode ser usado já que possui temáticas idênticas a algumas cobradas da prova.

abr 012020

Como saber se tenho direito a receber o PIS

O Programa de Integração Social (PIS) é um recurso proporcionado pela CLT que permite o pagamento do abono salarial. Este valor é direito do trabalhador brasileiro, mas nem todos podem receber. Para não perder o saque do PIS, é necessário ficar atento a quem pode receber e às datas. Veja a seguir como saber se você tem direito a receber o PIS.

Como funciona o PIS?

O Programa de Integração Social (PIS) é um recurso proporcionado para os trabalhadores que prestam serviços de acordo com a CLT. Vale lembrar que este direito é direcionado para os funcionários do setor privado.

Para os funcionários públicos, o benefício que proporciona o pagamento do abono salarial é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). Enquanto o PIS é administrado pela Caixa Econômica Federal, o PASEP é gerenciado pelo Banco do Brasil. As datas também são distintas, o calendário Pasep 2021 independe do PIS.

Quem tem direito a receber o PIS, precisa ficar atento ao calendário do PIS 2021 para não perder o prazo e acabar tendo o seu saque retido pelos órgãos responsáveis.

Como é efetuado o pagamento do PIS?

O pagamento do PIS é realizado de acordo com o calendário do benefício. A distribuição do valor é feita em sete lotes, dando prioridade a quem precisa de atendimento preferencial.

O valor do PIS dá-se a partir do tempo de contribuição do servidor, precisando ser no mínimo de 30 dias de serviço remunerados. O máximo a ser recebido é equivalente a um salário mínimo vigente.

Se você ainda não sabe quanto irá receber de abono salarial, precisa realizar a sua consulta pagamento do PIS 2021 e ficar informado sobre datas e saque.

Quem tem direito ao PIS?

Como você pôde conferir, tanto o PIS como o PASEP proporcionam o pagamento de um valor que é direito do trabalhador brasileiro. Entretanto, é preciso enfatizar que nem todo mundo pode sacar esse dinheiro. Para pode ter direito ao abono salarial, o contribuinte deve estar de acordo com os seguintes requisitos:

  • Ter seus dados devidamente fornecidos pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • Ter registro na carteira de trabalho, ou seja, cadastro no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Receber até dois salários mínimos vigentes;
  • Ter exercido ao menos 30 dias de serviço, seguidos ou não, mediante remuneração legal.

Se você está de acordo com as exigências do PIS, pode ter direito a receber o valor e precisa realizar a sua consulta. Se perder o prazo de saque, o seu benefício pode ser retido por isso esteja atento!

set 302019

Quem foi desligado da empresa onde trabalhava sem justa causa precisa conhecer quais documentos para Seguro Desemprego são necessários para solicitar o benefício. Hoje, vamos te mostrar quais documentos para Seguro Desemprego você deve apresentar. Continue conosco!

Para facilitar o acesso do cidadão aos seus benefícios foi criado o MEU INSS, uma plataforma de serviços online, que dá a oportunidade do cidadão fazer consulta, verificar serviços, fazer agendamentos, entre outras opções.

Porquinho
Porquinho

O Que é o Seguro Desemprego?

O Seguro Desemprego é um benefício criado para auxiliar todos aqueles trabalhadores que foram demitidos sem justa causa. Esse benefício é pago em dinheiro e o seu valor vai depender de dois fatores: o salário que o trabalhador recebia e o tempo que ficou empregado.

Nós sabemos como é difícil ficar desempregado, mas o mais difícil é não ter informação. Esse auxílio monetário só é pago ao trabalhador que cumprir todas as exigências do governo.

É preciso apresentar no prazo estipulado todos os documentos para Seguro Desemprego para pode receber esse benefício, caso contrário, o trabalhador perderá o direito.

O quanto antes o trabalhador apresentar os documentos para Seguro Desemprego, mais rápido será o processo de pagamento do benefício. Muitas vezes o trabalhador sequer sabe que tem direito a receber essa quantia em dinheiro.

Geralmente esse benefício é pago em 3 ou 5 parcelas, ou seja, a sua duração é temporária.

Requisitos

Você pode pensar que qualquer pessoa pode receber esse benefício, basta estar desempregada, mas infelizmente não é assim que funciona. Existem regras a seguir.

É importante que você saiba quais são os documentos para Seguro Desemprego necessários para apresentar e quais requisitos são exigidos.

Conheça os requisitos para solicitar esse benefício:

  • O trabalhador deverá ter sido desligado da empresa sem justa causa
  • Para solicitar o benefício pela primeira vez, o prazo de permanência no emprego deverá ser de 18 meses
  • Caso o trabalhador esteja solicitando esse benefício pela segunda vez, o seu prazo de permanência na empresa deverá ser de 12 meses
  • Na terceira solicitação, o prazo deverá ser de apenas 6 meses

Quem Pode Receber?

Como nós dissemos, não é qualquer pessoa que pode receber o benefício do Seguro Desemprego. Existem situações específicas que possibilitam que o trabalhador solicite esse benefício.

Abaixo listamos todas elas para você conhecer. Veja:

  • Qualquer trabalhador que tenha sido desligado sem justa causa da empresa onde trabalhava
  • Esse trabalhador deverá ser formal, pois exige-se a carteira de trabalho assinada
  • Trabalhador que teve que ser desligado da empresa sem justa causa para poder realizar algum curso em nome da empresa e custeado por ela
  • Período de pesca proibida dá o direito ao pescador de solicitar esse benefício
  • Pessoas que tenham sido resgatadas de alguma situação em que foram obrigadas a realizarem trabalho escravo também podem ser beneficiadas

Como Solicitar e Receber Esse Benefício?

O procedimento para receber e solicitar esse benefício é muito fácil. Primeiro, você faz a solicitação ao órgão responsável e depois saca essa quantia em dinheiro.

Acompanhe nosso passo a passo para você aprender.

A solicitação desse benefício deverá ser feita em qualquer órgão responsável e que seja credenciado pelo Ministério do Trabalho. Poderá ser a Caixa Econômica Federal, o SINE ou o SRTE. É importantíssimo que você leve todos os documentos para Seguro Desemprego que são RG e CPF, Termo da Rescisão Contratual, comunicação de dispensa, requerimento do Seguro Desemprego e extratos do FGTS.

O valor do Seguro Desemprego pode ser depositado diretamente em sua conta da Caixa. Se você não possuir uma, é só dirigir-se até uma agência portando um documento com foto e realizar o saque.

nov 292018

Contribuição tributária do Ministério da Fazenda

O Programa de Integração Social, é uma contribuição
tributária, que tem com objetivo de financiar o pagamento do seguro desemprego, abono e participação na receita dos órgãos e entidades, para os trabalhadores.
O PIS é administrado pelo Ministério da Fazenda e pago pela Caixa, conforme calendário PIS 2020. Sua criação teve o intuito e integrar o empregado, onde traz
benefícios, que são determinados pela lei, para promover uma melhor distribuição de renda entre os trabalhadores. Todo trabalhador que possui registro na carteira de trabalho e que se enquadra nos requisitos estabelecidos pelo Ministério do Trabalho, tem direito ao PIS.
Existe ainda muitas dúvidas em relação a esse assunto, pois
existe alguns critérios para se encaixar no benefício, a seguir iremos demonstrar todas as informações sobre o PIS e as atualizações da sobre a nova tabela PIS. Veja agora!

Quem tem direito ao PIS

O PIS 2020 é destinado a funcionários de empresas, regidos pela Consolidação das Leis do
Trabalho (CLT) onde o trabalhador deve estar cadastrado no Programa de Integração Social. E é muito importante que o empregador tenha relacionado o empregado na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), entregue ao Ministério do Trabalho.
·
Quem trabalhou de carteira assinada por pelo
menos 30 dias no ano-base;
·
Quem teve remuneração média de até dois salários
mínimos;
·
O trabalhador deve estar inscrito no PIS há pelo
menos cinco anos e a empresa deve ter informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (RAIS).
O Programa de Integração Social PIS é garantido a todos os
empregados de empresas privadas do País, funcionando como um salário que é gerado no primeiro emprego da pessoa.
Esse pagamento do PIS é um rendimento válido somente para parte da população empregada no País. A partir daí o trabalhador passa a ter direito a consultas e saques de benefícios administrados pela Caixa, como o abono anual do PIS, o seguro-desemprego e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).
Já o calendário PIS 2020 é um cronograma de pagamento do abono salarial divulgado pelo Ministério do Trabalho, com intuito de orientar aos trabalhadores a data para o recebimento do benefício.
As datas para pagamento são separadas de acordo com o
aniversário do servidor, por isso é importante a consulta tabela do PIS 2020 pois poderá acorrer algumas mudanças.

Onde consultar o calendário?

Já vai chegando o momento de começar a realização de
pagamentos dos benefícios e alguns trabalhadores não sabem ainda como realizar a consulta calendário PIS 2020 para ficar ciente de quando poderão sacar esse valor.
A partir dessa consulta os trabalhadores podem se programar com o que fazer com esse valor, pois já terá data marcada para realizar o saque. Essa tabela do PIS 2020 é divulgada normalmente em Maio de cada ano e contém todas as datas de pagamento que serão feitas durante o ano.
set 182018

Pensando nas milhares de pessoas que se casam todos os anos, separamos aqui 7 dicas de como economizar em um casamento. Por que? Bom, sabemos que um casamento não é nada barato, mas também, podemos usar algumas artimanhas para nos livrar das contas altíssimas que este pode gerar.

Porquinho
Porquinho

Abaixo, confira as dicas de como economizar no casamento e saiba como contornar as contas altas que você pode ter, caso não siga nenhuma das dicas que separamos para vocês!

Veja também:Brasil permite casamento gay, mas há ainda preconceito, diz associação LGBT. Saiba como economizar no casamento com dicas simples.
LISTA DE CONVIDADOS

Se você quer realmente economizar no casamento, então comece pelo que lhe dará mais gastos: a lista de convidados. Não saia chamando a cidade toda, nem mesmo toda a família. Escolha os convidados a dedo, afinal, quanto menos pessoas aparecerem, menos gastos você terá com espaço e comida.

CONVITES DE CASAMENTO

Ao contrário da maioria, que manda confeccionar os convites em gráficas e etc., faça diferente! Faça você mesmo seus próprios convites de casamento. Seja através de papel mesmo, ou até mesmo por e-mail. Vale ressaltar, estamos buscando economia, e essa é uma ótima opção.

FLORES

Procure casar-se na época de primavera! Nesta época, as flores costumam ser muito mais baratas, o que pode fazer com que você tenha uma economia gigantesca no fim das contas.

CASAMENTO E FESTA NO MESMO LOCAL

Há quem prefira casar-se na igreja, porém, estamos falando de cortar os gastos e como economizar em um casamento. Sendo assim, procure um salão onde você possa fazer tanto a cerimonia, como também a festa. Com isso você terá o gasto com apenas um local.

PESQUISA DE PREÇOS

Pesquise sempre! Veja o que sai mais em conta quando for colocar na lista de gastos o buffet, as músicas e os serviços que terão no casamento. Uma ótima ideia é procurar nas redes sociais, onde normalmente você vai encontrar anúncios e ofertas de serviços locais com um preço bem bacana.

HORÁRIO DO CASAMENTO

Um casamento realizado durante a noite, sairá mais caro que o normal. Isso porque os custos dos serviços noturnos são geralmente mais elevados, sendo assim, procure realizar a cerimônia e a festa durante o dia, para que possa economizar no casamento.

DIA DA NOIVA

Neste dia, deixe que os cuidados e gastos sejam das madrinhas e convidadas do casamento. Além de economizar no casamento, com certeza você irá ter uma grande surpresa por parte das madrinhas.