A tal da cólica…

Print Friendly

Pessoal,

Quem aí tem filho ou vai ter acho que treme quando lê ou fala sobre o tema “cólica” dos primeiros 3 meses dos bebês…

Sei que sempre me falaram: tem nenéns que tem cólica outros não. Não existe meio termo… ou tem muito, ou não tem. Bom eu fui descobrir se o Antônio teria ou não no 15o dia de vida dele acho… era domingo a noite e a dor começou, e não parou mais. Ficamos tentando entender que choro estridente era aquele por 1h30 (sim, isso mesmo)… coisa de pais de primeira viagem. Como descobrimos? Era um choro sem fim e ele mexia MUITO as perninhas pra cima e pra baixo.

Essa é a cara deles durante a cólica hehehe

Essa é a cara deles durante a cólica hehehe

Ligamos pro pediatra desesperados pois tínhamos remédios em casa mas não sabíamos como e quanto usar de cada. Resumo: desde então ele toma 2 remédios diários. A cólica passou por completo? NÃO! E nem vai passar até os 3 meses… mas com certeza deu uma aliviada no processo.

Então hoje minha dica é “O QUE FAZER COM BEBÊS QUE TEM CÓLICA?”. As dicas dão minhas dicas PESSOAIS, não estou recomendando ninguém a seguir, são apenas as coisinhas que faço com o Antônio e que podem ajudá-las. Mas sempre consultem o pediatra de vocês antes de usar qualquer remédio tá?

Vamos lá:

1- Massagem bicicletinha

A cólica começa e lá vamos nós fazer massagem na barriguinha deles… movimentos pra cima e pra baixo com as perninhas. Faça várias vezes, o máximo que conseguir…

ec

 

2- Bolsinha de ervas quente

Bolsinhas de erva são a salvação. Você compra elas em qualquer loja de bebês e na hora da cólica basta esquentá-las no microondas mesmo e colocar sobre a barriguinha. Faça isso quantas vezes for necessário.

ec1

3- Colo

Nada melhor que colinha de mãe e pai nessas horas. Eu particularmente sou contra deixar o bebê se esgoelando de chorar no berço com dor… mas vai de cada pai. Então minha dica é: peguem os bebês e deixem juntinho de vocês, barriguinha com sua barriga que ajuda a fazer pressão na barriga deles e pode ajudar a passar!

4- Remédios

Vou contar para vocês os remédios que eu dou, porém isso NÃO é uma receita médica nem instrução para fazerem com seus babies tá? Remédio a gente toma de acordo com o pediatra, então levem seus filhos no médico e deixem que eles receitem. Meu objetivo aqui é só contar um pouco como está funcionando lá em casa…

Mylicon: ele toma 3 vezes por dia o antigases chamado mylicon. Dou desde sempre e sem medo, afinal este remédio nem chega a entrar na corrente sanguínea dele. É tranquilo. Funciona? Acredito que sim, pois o dia que eu esqueci de dar uma vez, a cólica foi pior que todos os demais dias. Passa a cólica por completo? Não, mas ajuda.

ec2

Colic Calm: o tal remédio que vende nos EUA e que é “milagroso”… com ele 90% das vezes que ele toma (ele toma 4 vezes ao dia), nada acontece hehehehe. Mas 10% parece milagrinho mesmo, eu dou o remédio em pico da cólica e post, ele para de chorar e dorme. Funciona? Não sempre, mas sei que ajuda então continuo dando. Tem sites que vendem ele no Brasil, já comprei inclusive pois meu vidro durou 20 dias só, e já me abasteci com mais 2.

ec

 

5- Dança, pula, corre…

Só quem tem baby com cólica vai me entender agora. O bebê tá gritando de chorar, você tentou TUDO e nada passou. Nem remédio, nem bolsinha, nem reza braba… o que fazer? A gente parece doido, mas começa a correr, pular, dançar… cantar… e não é que as vezes é tanta loucura que o bebê para de chorar?!

Eu fico meio chocada hahaha mas juro que às vezes no meio das minhas danças com ele no colo ele para.

Faz sentido? Não, mas no desespero vale tudo!!!

6- Barulho de secador

Meio bizarra essa dicas mas de longe é a que mais tem me ajudado ultimamente. Pra tudo e não só cólica. Liguem um secador quando o bebê estiver nervoso ou chorando muito. Eu garanto que ele acalma e para. Dizem que é porque tem o som semelhante ao do útero… tem inclusive aplicativos no celular pra baixar que imitam som de secador.

Eu uso até pra ele dormir em dias que nem por Cristo ele dorme!

ec2 ec1

Por hoje é só de dicas…

Bjos,

Cláu

Enfim Casada: o primeiro blog para recém-casadas e novas donas de casa.

Você também pode gostar de:


Cadê o tempo???

Print Friendly

Pessoal,

Como perceberam dei uma sumida do blog uns dias (uns bonnssss dias), e eu conto agora o motivo deste sumiço: eu virei MÃE. Hoje entendo perfeitamente as mães, e quando elas me contavam “virou mãe, não tem mais tempo pra nada”.

Eu confesso que sempre que ouvia isso das minhas amigas e conhecidas, eu já grávida pensava: “imagina, esse povo viaja, eu terei sim minha rotininha… vou conseguir trabalhar com meus projetos pessoais na licença maternidade, vou conseguir visitar minhas amigas tipo todo dia, vou fazer mercado, vou tomar café no shopping de tarde…”.

Só que não né?!

Aí o Antônio nasceu. Primeiro mês (primeiras 3 semanas na verdade) minha mãe ficou em casa comigo de dia (no começo dormiu, depois passava os dias apenas) me ajudando pois com marido saindo de casa 5h30 e voltando as 21h… eu sozinha mãe de primeira viagem não daria conta. Primeiro mês são só descobertas, todo dia é uma novidade nova. Um choro novo, um modo de de mexer novo, uma dormida nova, um horário novo… então logicamente não dá muito tempo de nada. Mas com minha mãe comigo eu conseguia fazer xixi em paz, tomar banho… almoçar.

Desde que minha mama saiu (vem às vezes mas não é mais rotina)… o tempo sumiu! Simplesmente tem dias que percebo que não parei pra fazer xixi. Sim, quem nunca fez xixi com neném no colo? Hahahaha sabe aqueles dias que o baby tá o CAOSSS e não para? Cólica, dor, choro… tipo dia catastrófico que tudo acontece a manhã toda e tarde toda?! Então nesses dias como faz xixi? Ou deixamos ele no berço gritando de chorar por alguns segundos (sempre faço isso) ou outras vezes vamos com ele no colo fazer xixi.

Sim grávidas que nos seguem, hoje eu entendo o lado “ser mãe” e GARANTO: vocês irão passar por isso.

Banho: um luxo

Tomar banho é luxo… meus banhos pós nascimento do Antônio nunca duraram mais de 5 minutos. Isso quando lavo a cabeça claro, só uma ducha antes de dormir chuto que uso 1 minuto e olhe lá! Ah mas porque você não fica mais tempo?! Com que tempo?????

Marido ajuda? Quando está em casa ajuda e muito! Mas 90% do tempo é dia de semana e ele não está… assim como 100% das mamães. Ou seja: é por nossa conta e risco!

Masssss beirando meus 2 meses e meio de vida de mãe hoje já vejo as mães de recém-nascidos e falo: “calma que vc se acostuma, tudo vai mudar e passar”. O tempo? Pelo que sinto nunca mais na vida terei tempo… massa é por uma boa causa :)

Nunca me identifiquei tanto com uma imagem:

ec

Emagrecer pós parto

Me perguntam como emagreci tão rápido pós parto… e falam “ah é porque está amamentando né?”… não sei se amamentar emagrece… mas garanto que o dia sem parar emagrece e muito! Então quem tá com medo de nunca mais emagrecer o que ganhou na gravidez fica tranquila: você vai andar tanto na sua casa que vai emagrecer! Se seu baby tiver cólica então: garanto kilos de emagrecimento em 1 única semana hehehe

Dica para gravidinhas???

DURMAM meus amores… vocês vão lembrar de mim no dia que chegarem em casa com os babies pós hospital. DURMAM!!! Muitas horas seguidas, dias seguidos… se soubesse disso (me falavam mas não acreditava) teria tirado 15 dias de licença pré parto pra DORMIR!!!

Vida pré parto

Dá saudades às vezes de ter tempo pra tudo? De ser dona do seu próprio nariz, de fazer o que apenas você bem entender? DÁ!!! E MUITAS SAUDADES! As mães que disserem “não, não sinto saudades” ESTÃO MENTINDO eu garanto.

Mas se me perguntarem: “você voltaria no tempo pra não ter filho?”. A resposta seria: JAMAIS!!! Quem não for mãe nunca vai entender o sentimento que é ser mãe… algo inexplicável, amor inexplicável… cansaço inexplicável… mas vale e muito a pena. Mas que dá saudades, a gente pode assumir que dá! Ninguém morre por isso mamães.

Vocês me perdoam o sumiço né?!

Bjos,

Cláu

Enfim Casada: o primeiro blog para recém-casadas e novas donas de casa.

Você também pode gostar de:


Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Recém-Nascido: o papel do MARIDO!!!

Print Friendly

Pessoal,

Recebi muitas perguntas e questionamentos de como tem sido a chegada do Antônio pós nascimento e como fica a ajuda do pai nessa nova rotina que estamos aprendendo e conhecendo juntos.

Bom na minha casa particularmente meu marido ajuda 100%. Em literalmente tudo. Desde arrumar a casa nos finais de semana (pois de dia de semana tenho funcionária todos os dias que me ajuda e porque meu marido trabalha diariamente, sai de casa às 6h e volta após 20h30)… até lavar as coisas do Antônio, esterilizar tudo… e principalmente: ajuda a cuidar dele em si.

Acho que cada casal precisa estabelecer juntos como um pode ajudar o outro nesta fase. Como a mamada depende única e exclusivamente da mamãe, você pode ver com seu marido como ele pode te ajudar, afinal você precisa descansar, tomar bastante líquido, comer bem… até para conseguir produzir leite.

E mulherada: DEIXEM os maridos ajudarem vocês, não criem a nóia de querer fazer tudo e ter o bebê só pra vocês tá? Parece absurdo mas muitas mulheres ficam extremamente controladoras neste período quando deveriam é dar graças a Deus se os maridos ajudam vocês!!! Assim vocês DESCANSAM um pouco também. E não ditem regras, não queiram que eles façam EXATAMENTE como você faria!! Deixa eles fazerem do jeito deles, que vai estar certo também.

ec2

Na minha casa nos organizamos desta forma, depois de alguns dias aprendendo sobre a nova rotina:

DURANTE AS NOITES

- meu marido levanta antes das mamadas para trocar ele (sempre trocamos a fralda dele ANTES da mamada, pra acordar ele… mas isso é de gosto pessoal, comigo funciona bem desta forma). Ele normalmente faz essa troca nas 2 mamadas noturnas. Depois volta a dormir e eu sigo amamentando.

- eu amamento e meu marido fica os 20 minutos pra ele arrotar. Normalmente ele pega 1 das 2 mamadas pra arrotar o Antônio e eu pego a outra (são 2 de noite, umas por volta de 23h e outra por volta de 3/4h da manhã)… se eu estou MUITO cansada, ele arrota as 2… mas como ele trabalha fora e logicamente está com uma rotina puxada no trabalho eu tento sempre arrotar 1 e deixo só 1 com ele.

DURANTE OS DIAS

Durante o dia é difícil citar o que exatamente meu marido me ajuda, porque ele me ajuda em tudo. Nos dividimos muito bem nas questões do Antônio e estamos formando um time ótimo eu diria hehehe… quando eu estou cansada ele troca fraldas e arrota o Antônio… quando ele está cansado ele dorme e eu faço tudo isso. Diria que estamos fazendo 50% cada, o que ajuda a ficarmos ambos descansados na maior parte do tempo e estarmos sempre bem humorados e pacientes quando aparece um choro inesperado e longo por conta de cólica.

BANHO

Banho estou dando de dias de semana pois me programei pra dar na mamada das 16h/17h… assim não fica tão tarde pro baby. Mas de finais de semana meu marido é quem dá os banhos porque ele não só AMA dar banho como dá o banho muito melhor que eu. Eu não tenho jeito algum pro banho e o Antônio vive chorando ehehehe já com ele, ele fica quietinho e relaxado, é impressionante.

ROUPAS, ETC

Lavagem de roupas, passar… isso quem me ajuda é minha funcionária e de finais de semana eu que faço tudo. Até porque tem quem diga que “recém-nascido usa pouca roupa nem compra muita que perde logo”.. bom ele tem 20 dias e está usando absurdamente MUITA roupa hehehe então não vi essa parte de usar pouca roupa, ainda bem que comprei bastante pois estou usando TUDO! Então quando chega final de semana eu me organizo e já deixo tudo lavado e passado pra roupas darem conta e ele não ficar sem o que usar (pasmem, mesmo eu tenho comprado muita roupa, se não lava praticamente todo dia ele já ficou sem roupa).

CUIDADOS DE FORMA GERAL

Eu estou conseguindo sair pra ir no médico quando preciso, pra fazer a mãe e pé que fiz final de semana, pra ir na padaria, mercado etc… só porque tenho a ajuda do marido que fica com o Antônio quando quero ou preciso dar uma saída. Faço sempre essas saídas entre uma mamada e outra mas está sendo ótimo assim vejo a cara da rua também né!?

Não dá pra ficar enclausurada em casa tanto tempo senão ajuda a gente a surtar. Então quem pode contar com ajuda do marido ou mãe ou seja lá quem for: SAIA de casa um pouco que vai te fazer bem! Nem que você faça uma caminhada no bairro de 30 minutos, mas dá uma saída sim! Te garanto que vai se ótimo pro seu bem-estar :)

BRIGAS/DISCUSSÃO

Gente, tudo que é novo vai gerar discussão às vezes, não achem que o casamento de vocês está em ruínas por conta disso. Vocês estão há poucos dias com um serzinho que depende de vocês para tudo, que chora do nada e que causa stress e cansaço. Então LOGICAMENTE você e seu marido estarão cansados e irão discutir vez ou outra por detalhes tá? NORMAL!

Não percam a paciência um com o outro, basta entender que é um momento novo e transitório, que ambos estão se conhecendo novamente… ambos estão sem tempo um pro outro, sem tempo de namorar… agora o foco é outro até por conta da novidade!! Mas jaja tudo entra na rotina e vocês voltam a ter o tempinho de vocês. Tenham PACIÊNCIA, lembrem-se sempre disso!!! Na hora de quebrar o pau, respira e pensa se vale a pena mesmo ou se é por besteira…

ec

Acho que é isso… então com toda certeza do mundo, não estaria dando conta sem a ajuda do meu marido… é essencial tudo que ele faz por mim e pelo baby.

Espero que consigam achar este meio termo também!!!

Bjs,

Enfim Casada: O primeiro Blog feito para recém-casadas e novas donas de casa.

Você também pode gostar de:


Tags: , , , , , , , , , ,

Pós-Parto: o tal do puerpério

Print Friendly

Pessoal,

Como sabem, o Antônio nasceu com muita saúde graças a Deus dia 15/Dezembro de parto cesária. Foram até agora 18 dias muito intensos de muito trabalho e muito amor. Cada dia uma descoberta, um carinho, um olhar, um sorriso… um regurgito inesperado, a queda do umbigo, uma dor intensa a aguda de cólica… choros sem sabermos ao certo qual motivo. Cada sorrisinho dele (mesmo que ainda involuntário) paga cada segundo investido pra cuidar dele, cada fralda trocada, cada fralda que vazou na madrugada e molhou ele todo de xixi…

A maternidade é de fato algo inexplicável. Algo que só vivendo pra saber e entender a quantidade de amor que se troca nesse período, nesses primeiros dias de vida do serzinho que até ontem não existia na sua vida e que chega com tanta intensidade que você simplesmente se esquece de como era sua vida sem ele.

Meio louco isso né? Mas eu realmente não sei o que foi de mim nos últimos 32 anos sem ele. Não me imagino mais… Meu marido e eu comentamos esses dias que já não conseguimos entender como era o casamento antes dele, porque ele é tão importante e tomou um espaço tão grande que a gente se sente vazio só de pensar que ele não estava com a gente.

IMG_0295

Li muito sobre o tal “puerpério” antes do Antônio nascer e confesso que estava apreensiva e com medo de ser uma catástrofe e só chorar e desesperar… se tem alguém aí como eu, fiquem calmas, nem tudo está perdido. Esses primeiros dias de vida dele estão mágicos e mesmo com tanta novidade e coisas que a gente pensa “e agora, o que fazer?”…. a gente se vira e faz com que de fato seja a melhor fase da sua vida! Então nem tudo é esse horror que pintam por aí, e o mais importante: VOCÊ que vai fazer essa fase ser boa ou ruim tá?! Apenas VOCÊ!!!!

Hoje resolvi fazer este post pra compartilhar com vocês algumas coisinhas que já aprendi nesses 18 dias e que acho que pode ajudar as futuras mamães nessa fase que tudo é novidade.

Vamos lá?

1- A escolha da maternidade

A gente perde tanto tempo pensando qual melhor maternidade teremos o baby, se ela será adequada suficiente pro nosso parto, se isso, se aquilo… esses dias a Camila do Blog Say I Do postou um textinho sobre Nossa Senhora que me fez me sentir uma ridícula e fútil por ter ficado tantos dias (meses eu diria) pra escolher entre a Pro Matre ou Einstein pra ter o baby. Leiam (deixei grifado a parte que quero que leiam):

ec

Então assim a escolha da maternidade claro que é super importante mas vamos dar as devidas proporções pra cada coisa… você vai ter seu bebê saudável seja em casa (muitas mulheres optam por isso), no SUS, no Einstein, na banheira… é pra ser e ponto final.

A única dica que daria aqui é: se você está na dúvida da escolha final, ouça seu médico e faça onde ele recomendar. Eles tem sempre abertura em alguns hospitais mais do que em outros e isso faz toda a diferença.

2- Enfermeiras da maternidade

Seu baby nasceu lindo e você tem alguns dias de maternidade (normalmente 2 ou 3 dias)… eu fiquei 3 dias na maternidade pós-parto e a ajuda das enfermeiras foi simplesmente essencial pra mim. Principalmente na hora da amamentação que ninguém nasce sabendo amamentar: isso é FATO! E elas tem toda uma técnica e um jeito especial pra ajudar nessas horas, principalmente na hora do bebê pegar seu peito que no começo é complicadinho mesmo.

Então não hesitem em chamar elas pra ajudar vocês em toda mamada… no começo tava meio assim de chamar e elas mesmo falavam: “chegou a hora de amamentar chama a gente que ajudamos você”. E fiz isso durante 3 dias seguidos a cada 3 horas. Foi essencial. Então abusem dessa ajuda, ela fará a diferença na hora que chegarem em casa sozinha você e o baby.

3 – Amamentação e fórmulas/complementos: o TABU 

Existe todo um tabu em volta deste tema que me dá um pouco de preguiça. Eu sempre fui muito light com relação a este tema, acho que é até por isso que as coisas estão fluindo com naturalidade comigo.

O segredo é não panicar mulherada. O leite vai descer, primeiro desce o colostro depois o leite. Não desceu? Gente não panica, hoje existem fórmulas perfeitas e tão boas quanto o leite materno que irão ajudá-las até que seu leite estabilize… ou até mesmo para quem não tem leite ajudam pra sempre.

Eu vou compartilhar com vocês o que vivi nos meus primeiros dias de bebê em casa e sem leite: cheguei em casa da maternidade numa sexta-feira. Tudo certo até domingo de madrugada… pós mamada das 2h da manhã acho meu bebê não parava de chorar e abocanhar tudo que vinha pela frente. Tentei loucamente dar mais peito pra ele, ambos os peitos, umas 20 vezes cada… e ele estava nervoso demais, dava pra perceber que era FOME! Peguei minha bomba de leite pra ver se saia algo e nada… enfim, tentei de tudo! Eu tinha 2 opções: PANICAR junto com ele e deixar ele chorando até o dia seguinte (pelo menos umas 6hrs) até eu conseguir ligar pro pediatra que eu nunca tinha ido ainda e que tinha consulta marcada na terça… ou podia RESOLVER O PROBLEMA do jeito que achei certo junto com meu marido.

Meu marido foi até uma farmácia 24hrs e comprou uma fórmula. Lemos muito na bula e em sites pra ver direitinho quanto dar e demos. Por conta própria, sem receita e sem médico. E o que aconteceu? Ele tomou tudo… e dormiu profundamente até o dia seguinte.

Depois fui no pediatra e contei tudo que tinha acontecido e ele disse: “você tomou a decisão certa”… então gente, vale o bom senso. Eu quero amamentar leite materno? Sim, tenho gosto e nada explica o que é o momento mãe e filho durante a amamentação, de longe uma das melhores coisas da vida. Mas não deu? Não tá suficiente? CALMA, não panica e vamos resolver!!!!

Agora estou complementando as mamadas… faço mamada sim mamada não com um pouco de fórmula. Sempre dando peito + fórmula. E vou contar pra vocês: quem diz que depois que baby pega a mamadeira larga o peito tá mentindo… ele não só pega o peito ainda como comecei a produzir mais leite, mais e mais a cada dia! E acho que em breve conseguirei voltar a dar apenas leite materno.

Então mamães: se ajudem!!!!

4 – Descanso

Mamães PRECISAM descansar pra dar conta de cuidar dos bebês de forma produtiva. Não adianta você estar exausta e acabada pois a cada choro inesperado (e são vários) você vai estar tão mas tão cansada que vai se desesperar junto com o bebê. Quantas vezes não ouvimos que algumas mães choram junto com seus filhos?!

Então uma coisa que meu pediatra disse: meu filho precisa estar bem, mas pra isso acontecer é essencial que EU esteja bem. Que EU esteja descansada. Então seu bebê dormiu entre uma mamada e outra? Durma também… ele não vai sufocar, enfartar, morrer asfixiado… relaxem e durmam. Marquem uma massagem gostosa… façam coisas pra você também!

Eu fui neste fim de semana fazer mão e pé e a manicure (deixei o baby com o marido pra cuidar pós mamada e sai correndo pra fazer entre uma mamada e outra hehehe #quemnunca) disse: “nossa tem mães que somem do cabeleireiro por 3 meses, até 6 meses após o nascimento dos filhos”. SEU FILHO NASCEU E ELE PRECISA SE ADAPTAR A SUA ROTINA, E NÃO VOCÊ À DELE TÁ?

Sério, tornem as coisas LIGHTS, assim sua vida será light e seu bebê será light.

Claro tem contratempos? Muitos… essa noite mesmo o Antônio acordou do nada 6h da manhã (1 hr após mamar) e começou a chorar em desespero… novamente: eu podia ou panicar e chorar com ele deixando ele mais nervoso ainda, ou podia “chutar” que estava com cólica  acalmar ele até a coliquinha passar. O choro demora pra passar? Demora, nesse caso foi quase 1 hr sem, parar… mas passou! E ele dormiu. E eu dormi…

5- Tranqüilidade 

Uma coisa que muitas pessoas tem me dito é: “Clau como você está calma, a maternidade te mudou”… e eu acho que mudou mesmo. Quem me conhece sabe que eu sou extremamente ESTRESSADA, pilhada, não paro um segundo se quer, faço 40 coisas ao mesmo tempo… trabalho se deixar até de madrugada seja na agência, no blog, na minha lojinha de enxoval de bebês… e se sobrar 5 minutos eu ainda assisto mil programas de TV, séries e ainda sobra tempo pra cozinhar e inventar qualquer coisa que ocupe meu tempo.

Com a chegada do Antônio confesso que estava com medo de panicar e ficar muito nervosa a cada choro inesperado ou coisa inesperada que acontecesse. E não é que estou o oposto? Calma! E acho que isso está passando tranquilidade pro pequeno.

Então minha dica aqui é: acalmem-se! Mesmo o maior choro ou problema do mundo vai se resolver e se você ficar tranquila seu bebê vai sentir e garanto que isso vai ajudar a passar tudo mais rápido. E entenda rápido como: às vezes demora horas mesmo, mas PASSA! Pensem nisso sempre que ele começar a chorar desesperado por algo… PASSA!

6- As cólicas

Tem neném que tem cólica e outros que não… o meu tem, todo final do dia ele começa a chorar desesperado de dorzinha. O que fazer:

- não desesperar (primeiro e mais importante, lembrem que vai passar)

- fazer massagem com as perninhas: igual uma bicicletinha

- colocar bolsinha de água quente ou de ervinhas quente

colo: tem quem deixe o baby chorar tranquilamente no bercinho… se o choro é por manha ou se percebo que ele está sem dor e quase dormindo eu deixo também. Mas com aquele choro ardido de dor de cólica sem chances, eu pego mesmo :( dá muita dorzinha e tem coisas que nada como um “colo de mãe ou pai” pra passar. Mas isso é de pessoa… eu não sabia como faria até viver isso, então minha dica baseada na minha vivência é pegar ele e dar colo até a dor passar (principalmente deixar sua barriga colada na dele e fazer uma leve pressão, uma enfermeira me deu essa dica pois a pressão vai ajudar a barriguinha dele a contrair e ir soltando os gases que estão lá presos e a dor passar…

- remedinho: meu médico me receitou um antigases que uso a cada 8hrs. Como ele não era na corrente sanguínea posso usar sempre e estou usando. Até tentei parar após 2 dias de uso mas a cólica veio bem forte então resolvi usar todos os dias. E ajuda MUITO… as cólicas que antes duravam até 2 hrs, agora duram de 5 minutos até uns 30 no máximo.

7- Luz do dia e barulhos

Seus babies precisam de luz de dia, barulho, sons de casa de aspirador, de TV, de música. Durante o dia o Antônio fica comigo na sala com TV ligada, pessoas falando em tom normal… aspirador, limpeza de casa… luz do dia na cara… é assim que é!!! Não escondam ele numa bolha com tudo silencioso e escuro.

O bebê precisa começar desde cedo a entender que dia é dia, e noite é hora de dormir e ficar quietinho. Até agora está super ajudando pois ele dorme praticamente toda noite sem interrupção (acorda pra mamar só)… claro que tudo pode mudar ehehehe mas por enquanto tem super ajudado.

Então continuem suas rotinas, seus trabalhos, ouvindo suas músicas… coloquem ele na rotina de vocÊs. Agora por exemplo estou escrevendo este post com ele do meu lado no carrinho e ouvindo música. O que ele ta fazendo? Dormindo, mesmo com todo esse barulho!!

IMG_0326

Bom acho que pra 18 dias tá bom de aprendizados né?! Hehehe espero que tenha conseguido compartilhar com vocÊs e dar algumas dicas… sei que essa fase é lotada de dicas de todos os lados, mas uma diquinha a mais do blog pode ajudar vocês principalmente pois estou vivendo isso em tempo real :)

Em breve volto com mais histórias pra contar!!!!

Bjs,

Enfim Casada: O primeiro Blog feito para recém-casadas e novas donas de casa.

Você também pode gostar de:


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

 Page 1 of 59  1  2  3  4  5 » ...  Last » 

Mantido por Absoluto Web.